Uma lista: infinito particular

Está aberta a temporada de listas. Na literatura,  é comum a eleição dos melhores livros publicados no ano que passou. Apesar de uma crise da leitura, vivemos uma enxurrada de publicações anuais muito difícil de acompanhar. Como nossa proposta aqui é contar sobre o que lemos e gostamos com base em uma visão pessoal, subjetiva e emocional das leituras realizadas, vamos apresentar uma lista muito particular. Uma lista oriunda de nossa experiência leitora, daquilo que nos fez rir, nos emocionou, nos provocou, nos ajudou a dar sentido ao vivido e lido. Daí a importância de compartilhar, pois pode ser que essas leituras causem esses sentimentos ou outros naqueles que se dispuserem a lê-las. Outro aspecto importante é que nossos comentários são impressões, personalíssimas, sobre nossas viagens leitoras, gostaríamos de ter companhia e que outros embarcassem nesse comboio. Temos certeza de que a aventura é certa, entretanto, nem sempre é só good trip! Embarque conosco e deixe suas impressões registradas.

Das publicações não restritas a 2016, fizemos uma pequena seleção que merece uns três minutos da sua leitura, a ordem é do mais recente para o mais antigo:

  1. Quando errar é só humano, 14Dez16: “O menino que tinha medo de errar”, de Andrea Viviana Taulman, ilustração Camila Carrosmi, Editora Zit.
  2. Um rio, muitas vidas, 16Nov16: “Um dia, um rio”, de Léo Cunha, ilustração André  Neves, Editora Pulo do Gato.
  3. Quando o amor multiplica, 18Out16: “Lá e aqui”, de Carolina Moreyra, ilustração Odilon Moraes, Editora Pequena Zahar.
  4. Ser criança não é brincadeira neste mundo, 12Out16: “A cruzada das crianças”, de Carme Solé Vandrell, tradução Tercio Redondo, Editora Pulo do Gato.
  5. Leitores Cúmplices, 10Out16: “Este chapeú não é meu”, de Jon Klaussen, Editora Martins Fontes.
  6. Ler é deixar o coração tomar Sol! Ou amor?, 21Set16: “Coração não toma sol”, de Bartolomeu Campos de Queirós, Editora Moderna.
  7. Para dias difíceis e fáceis: literatura, 14Set16: “Vazio”, de Catarina Sobral, Editora 34.
  8. Alfabetizar-se pela literatura, 08Set16: “Letras de carvão”, de Irene Vasco, ilustração Jaun Palomino, Editora Pulo do Gato.
  9. Libertem os medos!, 31Jul16: “O casaco de Pupa”, de Elena Ferrándiz, Editora Jujuba.
  10. Quando a carga fortalece, 21Jul16: “A força da palmeira”, Editora Pallas.
  11. A vontade é de escolher todos, mas não seria uma lista. Fica o convite para você escolher outros e contar que viagem fez. Ah, vale ler também os aniversariantes quatrocentões de 2016: Cervantes e Shakespeare, os culpados por estarmos aqui falando de literatura.

2 comentários sobre “Uma lista: infinito particular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s